top of page
tranzine.gif

Edição #7
Rio de Janeiro, 2004

Confira entrevista com o DJ de house do Rio

Entrevistamos o DJ Candelot, DJ do Galeria Café (Rio)

Intelligent Dance Music

E sua música atemporal

Este é apenas o meu filme preferido...

Por que as igrejas estão cada vez mais vazias 

Toda forma de amor vale a pena

TAGS: DJ, entrevistasmúsica eletrônica

podcast.jpg
DKANDLE_Tranzine.jpg

“DKANDLE tece paisagens sonoras transcendentes vibrantes e multicoloridas, misturando texturas Shoegaze difusas e reverberantes, meditações Dream Pop hipnotizantes, tons Grunge lamacentos e tensões Post-punk temperamentais, intensificadas com lirismo comovente e vocalizações emotivas e pensativas”

Por que Flyer?
Porque precisava de um nome artístico, então o Aureo da Casa da Matriz se preocupou mais com isso que eu mesmo, então decidiu que ia ser Fabio Flyer pois eu comecei do zero, divulgando eu mesmo.

Há quanto tempo é DJ?
Desde 1999.

Que horas você costuma acordar?
Meio-dia.

Quais jornais você lê? Com que frequência?
O Globo e JB, mas curto mais o conteúdo da Folha de SP.

Melhor lugar para onde já viajou?
Em Búzios, numa festinha em que fui tocar, num barzinho que ninguém conhecia. Do nada aparecem umas grandes amigas minhas; a noite era pra ser de 21h as 2h, foi ate às 7 da manhã, bombando com umas 250 pessoas, toquei de 21h as 5:30h. Foi bárbaro!

Signo:
Virgem

Já se apaixonou?
Sim, já.

Cor favorita?
Verde.

Qual a melhor coisa em ser DJ?
Divertir a si mesmo e a pista.

Quais os 4 melhores filmes que você já assistiu?
Um Amor para 2 Amigos
Segundas Intenções
No Balanço do Amor
Tudo Sobre Minha Mãe

Você costuma lembrar dos seus sonhos?
Sim, sempre, sonho até acordado, sou um verdadeiro sonhador nato.

Qual o seu sonho de consumo?
Uma vida estável.

Qual a parte do seu corpo que você mais gosta?
Nariz, porque fica no centro do meu rosto, se entortarem vai ficar feio e a única coisa na mira dos meus olhos.

Palavra mais bonita que conhece?
Diplomacia.

Praia ou montanha?
Montanha.

Ouve rádio?
Às vezes, mas quase nunca.

Se pudesse encontrar uma pessoa, viva ou morta, quem seria?
Minha mãe.

Você acredita em vida após a morte?
Tudo é possível, mas é meio complicado não lembrar nada depois da vida, do após e do depois.

Um cenário ideal?
Uma pista de dança com uma ótima vibe, pessoas do bem, que se respeitem e saibam que o que estão vivendo é um momento único.

fabioflyer2_edited.jpg

O que achou da entrevista e do som do DJ Fábio Flyer? Comente abaixo

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR:

DJ MARKY
O DJ da periferia de São Paulo que conquistou o mundo!

NORTHCORE
O DJ Carl-Joakim fala sobre o seu projeto eletrônico

bottom of page